home    work    mail
Pesquisa interna

Ácido úrico

A maior parte do ácido úrico em circulação é excretado pelos rins (entre 70 a 80%) sendo uma pequena fracção (20 a 30%) eliminada pelos intestinos.

O ácido úrico é resultante do metabolismo das purinas. As purinas são os elementos estruturais principais dos ácidos nucleicos (DNA e RNA) e co-enzimas, sendo na sua maioria provenientes da alimentação.

Em casos de consumo excessivo de carne ou álcool pode acontecer que os níveis de ácido úrico se elevem de modo a originar episódios agudos de gota. Os valores normais de ácido úrico no sangue podem variar de dia para dia e ao longo de um mesmo dia, sendo habitualmente mais elevados de manhã do que à tarde.

Níveis de ácido úrico superiores aos normais são normalmente assintomáticos. No entanto, com o tempo o ácido úrico que circula em excesso leva ao depósito de cristais de uratos nas articulações e nas zonas envolventes do tecido conjuntivo, com formação e depósitos sólidos conhecidos vulgarmente por tofo. Estes depósitos levam à chamada de leucócitos ao local, o que origina episódios agudos de gota que se caracteriza por uma forma muito dolorosa e incapacitante de artrite.

O ácido úrico também pode depositar-se no tracto urinário levando à formação de cálculos renais.

Situações com indicação para a realização do teste:


- Diagnóstico de gota
- Identificação de cálculos renais recorrentes
- Lesão dos ureteres
- Doentes sujeitos a quimioterapia ou radioterapia
- Monitorização da terapêutica em doentes com falência renal, leucemia ou psoríase

Interpretação dos resultados

Os valores normais de ácido úrico para os homens situam-se entre 2 e 7 mg/dl e para as mulheres entre 2 e 6 mg/dl.

Nota: os intervalos normais podem variar ligeiramente com os laboratórios e com os métodos)
Fonte: Quilaban Quimica Laboratorial Analitica, Lda
Copyright © 2007 Farmácia Marques - Todos os direitos reservados - Powered by LV Engine